February 7, 2019

Google seleciona a Equinix para a Curie Subsea Cable Landing Station

Novo cabo submarino de alta capacidade conecta Los Angeles e Chile

A Equinix, Inc. (Nasdaq: EQIX), empresa global de interconexão e data centers, anuncia hoje que foi selecionada pelo Google para operar sua Subsea Cable Landing Station (CLS - estação de cabos submarinos) na área de Los Angeles e dar suporte ao sistema de cabos submarinos Curie, o primeiro direcionado para o Chile, nos últimos 20 anos.

Nos EUA, o cabo desembocará diretamente no data center International Business Exchange™ (IBX®) LA4 da Equinix, localizado em El Segundo, na Califórnia. O Google selecionou a Equinix como sua CLS no LA4 devido à profunda experiência da empresa em fornecimento e gerenciamento de estações de cabos submarinos. Espera-se que o cabo Curie comece a operar em 2019.

Segundo Jim Poole, vice-presidente da área de desenvolvimento de negócios da Equinix, “com o aumento significativo do tráfego de dados global, as empresas que operam negócios globais precisam de acesso a redes de alta capacidade e baixa latência, capazes de conectá-las a data centers através dos oceanos, com níveis rigorosos de confiabilidade. Qualquer usuário de um sistema de cabos submarinos que desemboque em um dos terminais de data center global da Equinix tem acesso imediato a uma variedade de ecossistemas que lhe proporcionará uma enorme vantagem competitiva”.

A configuração de CLS da Equinix é ideal para ampliar a capacidade de backhaul de um sistema de cabos submarinos diretamente para os ecossistemas das empresas instaladas em seus data centers IBX de alta densidade. Essa arquitetura simplifica bastante o projeto da rede, e oferece fácil acesso a um denso, avançado ecossistema de redes, clouds e provedores de serviços de TI. A Equinix é a parceira de interconexão escolhida para cerca de 25 dos projetos de cabos submarinos.

O nível de tráfego global de dados deve chegar a 3,3 zettabytes até 2021[1], sendo que quase todos os bytes tocam um cabo submarino, na medida em que os provedores de serviços de cloud, de rede e de conteúdo, além das empresas, buscam cada vez mais a movimentação de dados globalmente e em tempo real. O rápido crescimento do volume de informações — desde a navegação básica na web e o e-commerce até o streaming de vídeo e a IA — está contribuindo para um aumento global de novas construções de cabos submarinos. Estes são fundamentais para a internet e para a conectividade global, já que 99% do tráfego intercontinental passa por um (menos de um por cento do tráfego restante é transportado por sistemas de satélites).

De acordo com o segundo Global Interconnection Index (GXI) da Equinix, a velocidade de crescimento da Interconexão (capacidade total disponibilizada para a troca de tráfego direta e privada) deverá fazer com que a internet aumente mais de 10 vezes o seu tamanho, no mundo todo, até 2021.

O dinamismo dos mercados emergentes e a crescente adoção de negócios digitais posicionam a América Latina como a região que cresce mais rapidamente quando se trata de velocidade da interconexão, com um crescimento esperado de 59% ao ano. Além disso, a Interconexão entre empresas e provedores de cloud e TI deve crescer 98% ao ano até 2021, ajudando as empresas a consumir novos serviços digitais e migrar as cargas de trabalho existentes para plataformas de cloud terceirizadas.

Recursos adicionais

●       Equinix e Google abrem a primeira rota de cabos submarinos para o Chile em duas décadas [blog da Equinix]

●       Fornecendo uma conectividade ampliada com o nosso primeiro cabo submarino transatlântico privado  [blog do Google]

●       Impulso do segmento de cabos submarinos permite que a Equinix pegue a próxima onda de conectividade [blog da Equinix]